ARAGUAÍNA-TO.” Mas quatro assaltantes foram presos, um deles é um taxista suspeito de dar apoio aos meliantes.

DIVULGAÇÃO  1°  P/  USUÁRIO.”

_Mais quatro assaltantes presos pela POLÍCIA CIVIL DE ARAGUAÍNA.  _Delegacia de Repressão a Roubos, dando continuidade com a OPERAÇÃO ASEPSIS, cumpriu_ _mais quatro mandados de prisão de autores de roubos à residências, inclusive de um taxista, o qual_ _auxiliava no transporte e fuga dos criminosos.
Continuamos em diligências.

Taxista é preso suspeito de ajudar criminosos a fugir após assaltos em Araguaína
Ele também teria ajudado um grupo que roubava casas na cidade levando os criminosos aos locais dos crimes e buscando depois. Imagens de câmeras de segurança e informantes foram usados na investigação.

NOVA REDAÇÃO:

ATUALIZADO;  No dia  05/07/18  às  06:h28min por SEGURANÇA PRIVADA jucelino… ( FOTOS e VÍDEOS  ) compartilhe.”

Taxista é preso suspeito de ajudar criminosos em fugas após assaltos

A Polícia Civil de Araguaína prendeu o taxista Ednaldo de Souza Brito, de 45 anos, nesta quarta-feira (4). Ele é suspeito de ajudar criminosos a fugir utilizando o táxi após assaltos na cidade. O caso mais recente foi na noite desta terça-feira (3) quando três homens fizeram um arrastão na van que fazia a linha entre Palmas e Araguaína.

Segundo o delegado Felipe Crivelaro, imagens de câmeras de segurança e informantes da polícia ajudaram a confirmas as suspeitas. O taxista também teria ajudado em assaltos a residências, levando os criminosos até os locais e buscando eles depois. O grupo teria usado como base uma casa onde armazenavam dezenas de objetos roubados.

Taxista é suspeito de levar a trazer os assaltantes durante crimes (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

VEJA O VÍDEO e fotos COMPLETO (Jucelino ).”

Veja a foto do taxista que dava suporte

Outros membros do grupo seriam Ednam Rodrigues Leite, Manoel Lima Santos, Higor Rodrigues de Souza, Thiago Cipricio e Ítalo Pereira, todos pesos em Araguaína durante a semana. Segundo a polícia, apesar de terem roubado casas na cidade, nenhum deles participou do arrastão na van.

Os assaltantes se passaram por passageiros e embarcaram em Colinas do Tocantins. Eles só anunciaram o assalto quando o veículo já chegava a Araguaína. Cerca de 20 pessoas foram roubadas.