ARAGUAÍNA-TO.” O homem é preso com porte ilegal de arma de fogo.

DIVULGAÇÃO   1°  P/  USUÁRIO.”

Polícia Militar prende homem por porte ilegal de arma de fogo em Araguaína, aparentemente sob efeito de drogas, já tinha evadido-se de um local onde se envolveu em um acidente de trânsito.

NOVA REDAÇÃO:

ATUALIZADO;  No dia  18/11/18  às  19:h17min  por SEGURANÇA PRIVADA jucelino… ( FOTOS e VÍDEOS  ) compartilhe.”

“Ele, aparentemente sob efeito de substância entorpecente, se envolveu em um acidente de trânsito, evadiu-se do local e ao chegar frente a uma Igreja Evangélica, efetuou um disparo de arma de fogo, escondeu a arma e entrou para assistir o culto. Populares, assustados, chamaram a Polícia Militar que o abordou, encontrou a arma e o deteve pelo porte ilegal de arma de fogo. Ele já tinha passagem pela polícia por porte ilegal de arma de fogo”

O fato aconteceu às 20h deste sábado, 17. Um homem de 22 anos, aparentando estar sob efeitos de substância entorpecente, conduzia um veículo Toyota Corolla, cor cinza, trafegando pela Av. Castelo Branco, Setor Castelo Branco, quando invadiu a pista contrária e colidiu frontalmente com um ônibus, cor amarela, que trafegava em sentido oposto. Ninguém se lesionou com o impacto, sendo que o infrator da lei se retirou do veículo e evadiu-se à pé do local do acidente.
Pouco tempo depois, a Polícia Militar recebeu denúncia de que um homem teria efetuado um disparo de arma de fogo frente a uma Igreja Evangélica localizada na Rua 19, Setor Vila Norte, entrou normalmente no templo e sentou-se entre os fiéis na ocasião em que ocorria o culto.
A Igreja foi cercada, sendo que, ao perceber a chegada dos Policiais Militares, o infrator da lei tentou fugir pela porta de trás do templo, onde foi capturado e imobilizado. A Polícia Militar constatou que se travava do mesmo homem que teria se envolvido anteriormente no acidente de trânsito. Com ele, foi encontrada a arma de fogo, uma pistola 7,65 carregada com 13 munições intactas.
Os Policiais Militares deram-lhe voz de prisão e o conduziram juntamente com a arma de fogo para a DP de Plantão onde foi devidamente autuado por porte ilegal de arma de fogo. Ele se encontrava aparentando estar sob efeito de substância entorpecente e já tinha passagem pela polícia por porte ilegal de arma de fogo.