ARAGUAÍNA-TO.” Sargento do COE de Araguaína é expulso da PM por causa de agressão no trânsito.

DIVULGAÇÃO 1° P/ USUÁRIO.”

Sargento do COE de Araguaína é expulso da PM por causa de agressão no trânsito
A briga ocorreu em janeiro de 2014 na Avenida Filadélfia. O PM tinha acabado de sair de uma boate.

NOVA REDAÇÃO:

ATUALIZADO; No dia 29/04/19 às 10:h50min por SEGURANÇA PRIVADA jucelino… ( FOTOS e VÍDEOS ) compartilhe.”

O 1º sargento da Polícia Militar Climéro Ferreira de Araújo perdeu o cargo após ser condenado por agredir dois irmãos e efetuar tiro durante uma briga de trânsito em Araguaína. Ele integrava a Companhia Independente de Operações Especiais (COE). 

A exoneração dele foi publicada dia 24 de abril no Diário Oficial do Estado através de portaria assinada pelo Comandante-Geral da PM-TO, coronel Jaizon Veras Barbosa.

PUBLICIDADE

Segundo a denúncia do Ministério Público Estadual, em janeiro de 2014, na Avenida Filadélfia, o PM ameaçou os irmãos Alexandre Sousa Ferreira e Paulo Raul Souza Ferreira com palavras e gestos depois de sair de uma boate.

Tudo teria acontecido após o policial ter ficado preso em um congestionamento atrás do carro onde os irmãos estavam. Irritado, o então militar começou a buzinar e gritar palavras de baixo-calão.

Depois de sair do carro armado, ele efetuou disparos no pneu traseiro do carro dos irmãos e ainda agrediu fisicamente um deles. O laudo do corpo de delito comprovou as agressões.

O policial negou as denúncias durante o processo e alegou que estava sendo perseguido por Alexandre e Paulo.

Além de perder o cargo, o PM foi condenado a três anos, cinco meses e 26 dias de detenção em regime aberto. A sentença não cabe mais recurso.