SEGURANÇA PRIV/ Vigilantes foram obrigados a cavar suas própria covas, depois torturados e mortos.

DIVULGAÇÃO 1° P/ USUÁRIO.”

Polícia faz buscas em área onde vigia disse que colegas capturados foram torturados e enterrados no RJ; vídeo
Homem que conseguiu escapar era um dos três vigilantes do ES que foram capturados por traficantes após, segundo a polícia, serem confundidos com milicianos em Cabo Frio.

Por G1 — Cabo Frio.”

NOVA REDAÇÃO:

ATUALIZADO; No dia 31/07/19 às 18:h47min por segurança privada jucelino… ( FOTOS E VÍDEOS ) compartilhe.”

FOTOS: policiais em busca dos corpos dos vigilantes.”

A Polícia Civil faz buscas desde a manhã desta terça-feira (30) nas dunas atrás da Comunidade do Lixo, local de Cabo Frio (RJ) onde um vigia disse que seus dois colegas de trabalho, do Espírito Santo (ES), foram torturados e, provavelmente, mortos e enterrados, no sábado (27).

Após conseguir escapar, ele disse que em meio a tortura, eles foram obrigados pelos traficantes a cavar a própria cova. A polícia acredita que os três vigilantes podem ter sido confundidos com milicianos enquanto faziam um trabalho de vigilância noturna no bairro Guarani.

As buscas contam com apoio da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, mas, de acordo com Sérgio Caldas, delegado responsável pelo caso, as dimensões da área dificultam o trabalho da operação.

“Essa aqui é uma área enorme, são quilômetros e a gente tá com dificuldade de encontrar, não estamos conseguindo. Estamos continuando”, disse o delegado.

O caso
De acordo com a Polícia Civil, os três vigias do ES tinham uma empresa de vigilância que já atuava em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, e passaram a prestar o serviço no bairro Guarani, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio.

Ainda segundo a Policia Civil, eles foram sequestrados por uma facção criminosa na Comunidade do Lixo e um dos vigias conseguiu fugir correndo cerca de um quilômetro pela mata. Ele contou à polícia que acredita que os amigos foram mortos.

A polícia conta que o sobrevivente chegou a ser hospitalizado e tem quadro de saúde estável.

Além das buscas pelos outros dois vigilantes, a polícia informou que uma das hipóteses investigadas é que o carro usado no sequestro também tenha sido utilizado no assassinato a tiros de um homem em uma borracharia de Cabo Frio na noite desta segunda-feira (29). Caso que também é investigado.