SEGURANÇA PRIVADA- Tudo que você precisa saber sobre a segurança privada” e o código penal parte 1°

DIVULGAÇÃO 1° P/ USUÁRIO.”

Instrutor Edirlan Soares
Edirlan Soares é Instrutor de Segurança Privada, formado em
Tecnologia em Gestão de Segurança Privada e Pós Graduado
em Gestão de Segurança Pública.

NOVA REDAÇÃO:

ATUALIZADO; No dia 17/05/19 às 13:h55min por SEGURANÇA PRIVADA jucelino… ( FOTOS e VÍDEOS ) compartilhe.”


Iniciou suas atividades em segurança no ano de 2003
Fundador do canal Vigilante QAP o qual se dedica a ajudar o
profissional de Segurança privada no desempenho de suas
funções, seus vídeos e instruções são usados em escolas de
formação de todo Brasil.
Fundou A Empresa IESSP, Instituto Edirlan Soares Segurança
Privada, que oferece cursos profissionalizantes online para
profissionais da Segurança Privada, ajudando a quem busca
capacitação sem se preocupar com tempo ou locomoção,
podendo fazer seus cursos online com certificado.

Instrutor da segurança privada.”

Direito Penal
CRIME – CONCEITO
É toda ação ou omissão que fere o bem
protegido pela lei, ou seja, a vida, o patrimônio e
o direito.
Assim, podemos definir que crime é um fato
típico e antijurídico.
Fato: ação (fazer alguma coisa) ou omissão
(deixar de fazer)
Típico: que está definido em lei.
Antijurídico: que contraria a lei.
Exemplo: o homicídio é um crime porque a ação
humana (fato) de matar alguém é contra o
Direito (antijurídico) e está descrito na lei (típico),
no art. 121 do CP.”

Cursos especializados para vigilantes bancários.”

AUTORIA: – Autor ou agente é aquele que realiza
o crime. A autoria pode ser material (quem
executa) ou intelectual (quem planeja).
A teoria diz que autor é aquele que realiza a
conduta típica descrita em lei. É autor também,
aquele que contribui com alguma causa para o
resultado. Desse modo, podemos entender que o
partícipe, se concorreu para causar o resultado,
também será considerado autor.
Autor mediato: É aquele que realiza o tipo penal,
servindo-se, para a execução da ação típica, de
outrem como instrumento.
Autor imediato: É aquele que tem o poder de
decisão sobre a realização do fato típico.

Cursos especializados online para segurança privada.”

COAUTORIA: Todas as pessoas que, de
qualquer maneira, colaboram para
realização do crime.
É a realização conjunta, por mais de uma
pessoa, de uma mesma infração penal.
Fundamenta-se na divisão do trabalho;
portanto, é a atuação em conjunto da
execução da ação típica. O decisivo na
coautoria é que o domínio do fato
pertença a vários agentes, que dividindo
o trabalho, são peças essenciais na
realização do plano global.