XAMBIOÁ-TO.” Bandidos fazem reféns na porta do banco, enquanto outros explode agência.

NOVA REDAÇÃO:

ATUALIZADO; no dia 04/11/17 às 21:h44min. Por SEGURANÇA PRIVADA Jucelino…

Criminoso dispara fuzil enquanto faz reféns durante ataque a bancos; vídeo

Cerca de 12 homens encapuzados e fortemente armados atacaram as três agências de Xambioá. Até o momento ninguém foi preso.

Criminoso dispara fuzil enquanto mantém reféns durante ataque a bancos em Xambioá.

Em imagens de uma câmera de segurança é possível ver quando dois moradores são feitos reféns durante ação de criminosos em Xambioá, norte do estado. Cerca de 12 homens encapuzados e fortemente armados atacaram as três agências da cidade, na noite desta sexta-

feira (3). (Veja o vídeo)
No vídeo é possível ver que enquanto um dos criminosos faz os moradores reféns, outros suspeitos explodem a agência do Banco do Brasil.
Em seguida, o criminoso que está armado com um fuzil e que mantem os dois reféns, faz o disparado bem ao lado dos moradores.

Criminoso dispara fuzil enquanto faz reféns em Xambioá (Foto: Reprodução )
A primeira agência a ser atacada foi a do Banco do Brasil. Eles explodiram caixas eletrônicos e levaram todo o dinheiro. Portas e paredes foram quebradas. O local ficou completamente destruído.
Durante a explosão, os criminosos perderam a chave de um dos carros usados na ação e abandonaram o veículo em frente a agência. Eles pegaram o carro de um dos reféns para fugir.
Em seguida os criminosos se dirigiram ao Bradesco e depois ao Banco da Amazônia. Nas duas agências eles danificaram as portas. Nada foi levado.
Parte dos suspeitos fugiu pela TO-164 e deixou os reféns na estrada, perto fábrica de cimento, a 18 km de Xambioá. Ninguém ficou ferido. O carro de um dos moradores, que estava sendo usado na fuga, foi abandonado às margens do rio Araguaia, onde os criminosos pegaram um barco e seguiram com destino a São Geraldo (PA).

Outra parte dos criminosos fugiu em outro carro por um desvio em direção a BR-153. Até o momento ninguém foi preso. A polícia do Tocantins está atuando em conjunto com a polícia do Pará.